Supressão de comissão fixa ajustada na admissão é considerada redução salarial

Postado em 15/set/2017

A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho rejeitou agravo de instrumento da Wurth do Brasil Peças de Fixação Ltda. contra decisão que determinou o pagamento de diferenças salariais a um vendedor pela supressão de uma comissão fixa de R$ 10 mil pactuada no ato de admissão. A empresa alegava que a comissão era uma garantia por prazo determinado, mas a alegação não convenceu a Terceira Turma a mudar o entendimento de que houve, no caso, redução salarial. Veja Mais

Fonte: Relações Institucionais da CNTC

0 Comentários

Os comentários estão fechados.